Polestar registra fotos de patente do Polestar 4 na China com uma nova opção de bateria

Polestar registra imagens de patente de um Polestar 4 com uma bateria de 88kWh no Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação na China



A Polestar registrou as primeiras imagens de patente do Polestar 4 na China, depois dele ter sido revelado globalmente como novo produto da marca. Para ser vendido na China, qualquer veículo precisa ser registrado no Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação, o MIIT, como forma de batismo antes da sua estreia no mercado. A diferença, é que o Polestar 4 foi registrado com duas opções de baterias, sendo que ele foi apresentado apenas com uma bateria, a de 102kWh que oferece até 600km de autonomia (WLTP).

Nessa nova opção de bateria, o 4 possui uma opção de bateria de 88kWh, que pesa 2.170kg. Ambas as baterias são produzidas pela Sunwoda, que no padrão chinês (CLTC) oferece uma autonomia de 628km, enquanto a opção de 102kWh, no mesmo ciclo, oferece uma autonomia de 709km com conjunto RWD ou 631km com tração AWD. Essa bateria menor será oferecida apenas com a opção de motor traseiro (RWD), que desenvolve 272cv e 34,9kgfm. A bateria maior pode contar ainda com o motor duplo de 544cv e 69,9kgfm, que acelera de 0 a 100km/h em 3,8 segundos.

Em ambos os casos, o modelo pode ser carregado em estações de recarga rápida (DC) de 200kW, que recupera de 10% a 80% em poucos minutos. Ele ainda possui um WallBox de 22kW, que pode ser carregada com corrente alternada. Fora isso, o Polestar 4 é o mesmo modelo apresentado há alguns meses. Possui um misto de sedã cupê com crossover e ostenta uma traseira sem vidro traseiro, querendo pegar uma onda em ser um carro diferente dos demais. Desenvolvido a partir da plataforma modular Sustainable Experience Architecture (SEA), o Polestar 4 ficará entre o 2 e o futuro 5 na linha.

Ele possui 4,839 metros de comprimento, 2,999 metros entre os eixos, 1,900 metro de largura e 1,544 metro de altura. Há um porta-malas de 500 litros, que podem ser expandidos para 1.536 litros de capacidade com os bancos traseiros rebatidos. Na dianteira, exige um frunk muito compacto de 15 litros, que pode guardar os cabos de recarga das baterias. Ele será produzido na unidade da Geely na Baía de Hangzhou, China. A partir de lá, ele será exportado para mercados como Europa, América do Norte e Ásia-Pacífico neste ano de 2024.



Patentes: Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação da China – MIIT / reprodução

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok