Foxconn vai produzir automóveis em Lordstown, mesmo que seja sem a Lordstown Motors

Foxconn confirma que ainda vai usar a fábrica de Ohio, nos EUA, para a produção de automóveis elétricos enquanto enfrenta uma disputa com a Lordstown



Em disputa com a Lordstown Motors, a Foxconn confirmou que a fábrica localizada em Lordstown, Ohio, nos Estados Unidos, vai produzir automóveis elétricos. A marca responsável pela produção dos smartphones da Apple confirmou que investiria US$ 170 milhões na Lordstown Motors, mas esse dinheiro logo foi retido pela Foxconn, o que iniciou o rompimento das relações entre as duas empresas. Vale destacar que a marca da picape Endurance tinha vendido a fábrica que estava em seu nome para terminar de financiar o projeto da picape.

Junto com a venda da fábrica para a Foxconn, ainda existiria esse investimento por fora, além de confirmar que produziria a Endurance para a marca na fábrica. No entanto, criou-se um imbróglio entre as empresas. Agora, a Foxconn veio a público confirmar que a unidade vai produzir veículos elétricos. A empresa pode acabar funcionando como a Magna Steyr, terceirizando a produção para outras empresas, algo que a Apple já faz com a Foxconn. “Estamos adotando uma abordagem multicliente para otimizar e alocar essa capacidade que temos em Ohio”, disse Young Liu, Presidente do Foxconn Technology Group.

“Nos últimos anos, a Foxconn tem buscado clientes de forma proativa. Agora, o interesse é bidirecional; também estamos sendo abordados por clientes em potencial – estou falando de OEMs de automóveis tradicionais.”, disse Liu em entrevista a Agência Bloomberg. Ao site, a Foxconn ainda confirmou, por meio do seu presidente, que quer manter diálogo com a Lordstown para resolver o problema. “Vimos no mês passado como a disrupção é difícil para a indústria de veículos elétricos. Prefiro falar menos em público e, em vez disso, fazer mais para encontrar soluções para os nossos stakeholders. Os próximos dois anos serão um período de corte ativo de novos clientes.”, adiciona.

Ainda em busca de um novo parceiro para a produção da Endurance, a Lordstown confirmou que se não tiver um investimento, não conseguirá se manter. Vale destacar que a Foxconn apresentou em 2021 e em 2022 os primeiros conceitos da sua própria marca de automóveis, chamada de Foxtron. Na época, a empresa taiwanesa confirmou um sedã elétrico chamado de Model E, uma picape média elétrica chamada de Model V e um hatch compacto chamado de Model B (abaixo). As primeiras informações eram que os produtos seriam produzidos no México, mas com a unidade em Lordstown em mãos, quem sabe não houve uma mudança nos planos. 



Fotos: Lordstown / divulgação | Foxtron / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido