Subaru confirma quatro novos elétricos entre 2026 a 2028, que serão feitos no Japão

Subaru vai desenvolver novos veículos elétricos com a chegada de quatro novidades até meados de 2028; todos devem ser utilitários esportivos, diz marca



Depois do Solterra, a Subaru deve continuar desenvolvendo novos produtos elétricos, confirmou a marca em comunicado. O desenvolvimento de novos elétricos vai acontecer nos próximos anos, quando a marca terá quatro novos utilitários esportivos puramente elétricos que vão fazer uma companhia ao primeiro elétrico da marca, apresentado em 2021. A informação foi confirmada pelo CEO da Subaru, Atsuki Osaki, que antes era Chefe de Qualidade da marca. A produção de elétricos será na fábrica de Yajima, próximo de Tóquio, no Japão.

Os primeiros elétricos serão produzidos em 2026 na unidade, enquanto a fábrica de Oizumi, também no Japão, vai começar a produzir elétricos em 2027, de acordo com informações reveladas pelo Automotive News. Cada uma das fábricas possui capacidade de produzir 200.000 unidades ao ano, além de continuar produzindo modelos elétricos. Hoje, a fábrica de Yajima produz os modelos BRZ, Crosstrek, Forester, Impreza, Legacy e WRX. Até 2030, o primeiro plano estratégico da japonesa já tinha confirmado que a Subaru terá 40% das suas vendas de eletrificados até 2030.

Hoje, a Subaru possui apenas Impreza, Crosstrek e Forester com motores híbrido-leve de 48V (MHEV), sendo esse o máximo de carros híbridos que ela possui. No outro lado dessa linha da eletrificação, possui um elétrico puro que é o Solterra. Muito provavelmente, os novos produtos vão contar com mais veículos híbridos (HEV) e híbridos plug-in (PHEV), além dos elétricos aqui citados. Falando dos elétricos, todos os quatro já foram confirmados para serem vendidos nos Estados Unidos, que vão chegar na América do Norte importados do Japão – sendo este mercado, de longe, o maior da Subaru no mundo.

“Eu me pergunto se os consumidores americanos escolhem seus carros apenas com base em incentivos fiscais. Nossos clientes nos EUA são clientes de qualidade. Temos uma proporção maior de clientes que compram Subarus à vista e também temos baixas taxas de empréstimo e arrendamento. Também mantemos nossos incentivos em níveis baixos. Tentaremos não depender apenas do programa de subsídios.”, disse Tomomi Nakamura, ex-CEO da Subaru ao ser perguntado sobre a produção dos elétricos ser no Japão, fazendo com que os carros não ganhem incentivos fiscais do mercado estadunidense.

Em suas novas gerações, Crosstrek, Impreza, Forester, Legacy e Outback devem se tornar híbridos obrigatoriamente. Recentemente, a Subaru registrou patente do nome STe, que pode ser o batismo de elétricos (BEV), com versões esportivas. O registro da versão aconteceu no Escritório Alemão de Marcas e Patentes, no ano passado. Mais detalhes vão ser revelados em breve. 



Fotos: Subaru / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido