Há um ano: Renault comemora um ano do Kwid no Brasil com 57 mil unidades vendidas


A Renault está comemorando um ano do lançamento do Kwid no mercado brasileiro. Lançado em agosto de 2017, o hatch subcompacto vendeu 57 mil unidades em um ano de mercado, sendo quase 35 mil delas apenas em 2018. O Renault Kwid ainda se tornou líder do segmento, representando 44% das vendas. Segundo a marca francesa, o Kwid ainda conseguiu emplacar bem nos mercados vizinhos, tendo exportado 25 mil unidades nesse mesmo período. Os principais destinos do carro são a Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, valendo citar alguns países da África. Ainda nesse primeiro ano, a Renault cita a aceitação da plataforma K-Commerce e revelou que cerca de 11 mil unidades do hatch foram vendidas através dela, contando ainda com mais de 2,5 milhões de acessos. “O Kwid é um veículo fundamental para a estratégia de crescimento da Renault no Brasil, sendo um dos elementos responsáveis por termos alcançado uma participação de mercado superior a 8% no acumulado de janeiro a julho", afirma Luiz Pedrucci, presidente da Renault do Brasil. O Kwid ainda é perfeito para os grandes centros urbanos, com um bom ângulo de entrada e saída, além de uma altura em relação ao solo de 18 centímetros. Entre os destaques de seu design estão a linha de cintura alta, colunas C bem reforçadas, assim como frente elevada. Os faróis são simples e com monoparabola, grade com detalhes cromados, para-choques com entradas de ar laterais, proteção nas caixas de rodas, adesivos laterais, retrovisores pretos, lanternas compactas, tampa traseira bem limpa e para-choque com proteção preta. Um dos pontos curiosos do Kwid é ser equipado com rodas de três furos e limpador do para-brisa único. O Kwid conta com 3,68 metros de comprimento, 2,42 metros de entre-eixos, 1,58 metro de largura e 1,47 metro de altura, o Kwid pesa entre 758 a 786kg e conta com porta-malas de 290 litros (que pode chegar a 1.100 litros com banco traseiro rebatido). Há ainda 14 litros de porta-objetos e peca por trazer um tanque de combustível de apenas 38 litros. O Kwid usa o conhecido 1.0 12v SCe Flex que desenvolve 70/66cv de potência com torque de 9,8/9,4kgfm, acoplado ao câmbio manual de 5 marchas. O hatch acelera de 0 a 100km/h em 14,7 segundos com etanol e 15,5 segundos com gasolina. O consumo urbano de 10,3/14,9km/l e rodoviário com 10,8/15,6km/l, respectivamente com etanol e gasolina. Preços variam de R$32.490 a R$41.990. 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

Kia confirma a vinda do EV9 ao Brasil e define estreia para o primeiro semestre de 2024

Tank registra novas imagens de patente do 700 Hi4-T no MIIT e confirma uso de motor de 517cv

Eccentrica apresenta o Lamborghini Diablo remasterizado que agora desenvolve 550cv

Mercedes-Benz lança o Classe G 63 AMG Grand Edition no Brasil, por caros R$ 2.247.900

GWM registra imagens de patente do Veyron na China, que pode ser da marca Haval ou da Sar

Fiat Titano vai virar RAM 1200 no México, antecipa teaser; picape ganhará quarto logotipo

GWM adiciona caminhões elétricos para fazer entregas de peças para concessionárias

Volkswagen lança Polo Robust, versão voltada ao agronegócio, que chega por R$ 89.290