Discretamente, Volvo XC90 já ganhou a discreta reestilização no Brasil e parte de R$332.950


Apresentado no Brasil em 2015, a segunda geração do Volvo XC90 passou pela sua primeira atualização no país de maneira bem sorrateira. Tanto, que nem percebemos que as novidades do modelo estavam nas concessionárias há alguns bons meses. O modelo recebeu mudanças bem leves, que trouxeram novidades que precisa ser criterioso para notar. O “novo” XC90 passa a trazer nova grade dianteira côncava, que traz o novo logotipo da Volvo, com fundo preto.  Além disso estão as novas rodas e mais opções de cor para a carroceria. Ele ainda ganhou novidades bem leves no para-choque dianteiro e traseiro. No para-choque dianteiro ele recebe uma nova peça prata na base inferior da peça, que passa a contar com quatro partes em desnível. A peça anterior era quase reta. No para-choque traseiro, a novidade fica por conta do acabamento das saídas de escape, que passam a ser na mesma cor da carroceria, ante o acabamento preto do modelo anterior. No interior, as mudanças também são sutis, com uma nova alavanca de câmbio. Ela conta com um design mais elaborado. A central multimídia ainda recebeu a conectividade com Android Auto, visto que antes ela tinha conexão apenas com Apple CarPlay. Com um design ainda atual, o XC90 não recebeu nenhuma mudança no interior pois a Volvo acredita que o "o design interior superlativo vencedor de prêmios" do XC90 ainda é bem atual e não precisa de melhorias. 



De tecnologia, o XC90 passa a ser vendido com sistema de freios regenerativos, o famoso KERS da Fórmula 1. Reaproveitando a energia gerada nas frenagens, o XC90 pode reduzir o consumo de combustível em até 15%. Combinando com as opções já existentes de motores a combustão, o SUV ainda possui "uma nova motorização eletrificada e integrada.". Apresentado em 2015, ele ganha ainda frenagem automática, alerta de tráfego cruzado e mais. Na mecânica, ele manteve as quatro três de motor, começando pelo 2.0 16v Turbo E-Drive que desenvolve 320cv de potência e 40,8kgfm de torque (T6), acoplado a um câmbio automático de 8 velocidades e tração integral. Com esse motor ele acelera de 0 a 100km/h em 6,5 segundos e atinge a velocidade máxima de 230km/h. Com diesel, o motor é o 2.0 16v Turbo Diesel que desenvolve 238cv de potência com torque de 48,9kgfm (D5), acoplado ao câmbio automático de 8 velocidades. Com esse conjunto ele acelera de 0 a 100km/h em 7,8 segundos e atinge a velocidade máxima de 230km/h. Ambas versões serão vendidas com sistema de tração AWD (que distribui a força do motor para as quatro rodas em qualquer circunstância e condição de uso). A topo de linha é o 2.0 Drive-E que desenvolve 320cv de potência e 40,6kgfm de torque junto de um elétrico de 87cv e 24,5kgfm que juntos desenvolvem 407cv de potência e 65kgfm de torque (T8). O câmbio é automático de 8 marchas e as baterias são de 10,4kWh. O consumo, de acordo com a Volvo, é de 15,5km/l na cidade e 17,4km/l na estrada, podendo rodar ainda 40km no modo EV. O XC90 conta com 4,950 metros de comprimento, 2,984 metros entre os eixos, 1,923 metro de largura e 1,776 metro de altura. O porta-malas possui bons 721 litros. Confira abaixo os itens de série de cada versão.



XC90 Momentum

De série, a versão de acesso do SUV conta com abertura e fechamento elétricos da quinta porta, ar-condicionado automático de quatro zonas, assistente de estacionamento paralelo e perpendicular, bancos dianteiros com regulagem elétrica, memória e aquecimento, câmera traseira de manobras, configurador de modo de condução, controlador de velocidade e da distância ao tráfego à frente, faróis de LEDs com comutação automática entre alto e baixo e facho autodirecional, navegador, quadro de instrumentos digital com 12,3 polegadas, rodas de alumínio de 19" polegadas, sistema de áudio com 10 alto-falantes e 330 watts, sistema City Safety CFA (frenagem automática em baixa velocidade com visão noturna), tela central de 9" polegadas no painel e teto solar panorâmico.



XC90 Inscription

Adiciona bancos dianteiros com ventilação, câmera com visão aérea de 360 graus, câmera com visão frontal de 180 graus, projeção de informações no para-brisa, sistema de áudio Bowers & Wilkins com 19 alto-falantes e 1.400 watts e suspensão com molas pneumáticas. Há ainda o sistema de condução semi-autônomo. Antes limitado aos 50 km/h, agora o acompanhamento de faixas e piloto automático adaptativo funcionam perfeitamente até os 130 km/h, uma ampliação que permite um maior leque de locais que podem ser usados, como rodovias.



XC90 R-Design

A topo de linha é equipada com rodas de liga leve de 22 polegadas, assim como uma nova grade dianteira em preto brilhante, o logotipo R-Design, para-choques dianteiro e traseiro com aspecto mais esportivo e duas novas tonalidades mais vibrantes: Passion Red e Bursting Blue. No interior as novidades ficam por conta dos detalhes em fibra de carbono no painel e console central, além de trazer tapetes exclusivos e chave em couro estilizada R-Design, fechando o pacote estético do musculoso SUV nórdico, que agrega ainda um grande pacote de equipamentos de série. De série, ele ainda conta com alavanca de câmbio joystick em cristal da Orrefors, cluster digital de 12,3 polegadas, multimídia Sensus com tela de 9 polegadas, faróis full LED direcionais e adaptativos, suspensão integral pneumática, teto solar panorâmico, acabamento em couro, tampa traseira com acionamento elétrico, entre outros. Nessa versão ele também traz o Pilot Assist com controles semiautônomo de direção, freios e aceleração até 130km/h, bem como detector de placas de trânsito, controle de cruzeiro adaptativo e outros sistemas de segurança ativos.



Preços

  • Volvo XC90 Momentum T6 – R$332.950
  • Volvo XC90 Momentum D5 – R$378.950
  • Volvo XC90 Inscription D5 – R$434.950
  • Volvo XC90 T8 Momentum T8 – R$399.950
  • Volvo XC90 T8 Inscription T8 – R$434.950
  • Volvo XC90 T8 R-Design – R$444.950




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chevrolet Tracker PcD volta a ser vendido em breve, mas com mudanças de conteúdo

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Ferrari confirma desenvolvimento e lançamento do primeiro elétrico até 2030

Reestilização do Volkswagen Jetta chega até 2022, com o inédito motor 1.5 TSI

Assim como o Bolt, Chevrolet Bolt EUV deve ser vendido no Brasil dentro de alguns meses

Volkswagen não vê chances em desenvolver modelos com a tecnologia do hidrogênio

Novo Citroën C3 Sporty deverá ser lançado em outubro no Brasil, antes da Índia

Mitsubishi apresenta a nova (e quarta) geração do Outlander nos Estados Unidos

Volkswagen deve receber pedidos pelo up! até final de abril e produção vai até fim de maio

Ford Figo pode ter dado os primeiros indícios do fim de linha também na Índia