Honda não vai ter elétricos com câmbio manual, como suas concorrentes; câmbio morrerá

Honda confirma que não vai desenvolver transmissão manual com simulação para seus carros elétricos e decreta fim da transmissão em alguns anos



A Honda conta com poucos modelos elétricos em linha atualmente. A marca vende apenas o e EV e se prepara para a produção do Prologue EV nos Estados Unidos, enquanto cria uma divisão e:N na China. Mas ao contrário de algumas marcas (como sua arquirrival Toyota), a Honda não vai apostar em câmbio manual simulado, como uma forma de aumentar a relação carro e motorista. Todos os elétricos devem ser automáticos.

A informação foi confirmada pelo CEO da Honda, Toshihiro Mibe, e o CEO da Eletrificação da Honda, Shinji Aoyama, em entrevista para a revista norte-americana Car and Driver. "Artificialmente, podemos fazê-lo. Mecanicamente, não é fácil", disse Aoyama. O executivo ainda confirmou que um câmbio manual simulador seria "uma extensão do controle de som ativo", fazendo uma crítica também a quem quer instalar caixas de som para imitar barulho de motores a combustão. Aoyama ainda é favorável a desenvolver outros elementos do carro para que ele seja atrativo aos seus consumidores.

"Não tenho certeza se podemos substituir a transmissão manual", complementou o chefe da eletrificação da Honda. Ao mesmo tempo que decretou que seus carros com câmbio manual vão morrer, a marca japonesa disse que isso ainda deve demorar. Isso porque a Honda vai produzir modelos a combustão até meados de 2040, globalmente. Mas evidentemente que os primeiros sinais devem aparecer em 2030, quando a marca deseja que 40% das suas vendas já sejam de elétricos.

Isso deve aumentar para 80% em 2035 e 100% em 2040. A marca japonesa ainda confirmou que vai desenvolver modelos de apelo aos seus consumidores, seja com esportivos compactos elétricos e um modelo ‘especial’, que muito pode ser a nova geração do Acura NSX. Informações dão conta que Honda e a Acura estariam trabalhando em uma terceira geração sendo um esportivo elétrico.

Apesar de publicamente dizer que não, Jon Ikeda, Vice-Presidente e Diretor da Acura na Honda North America, está confiante de que o desenvolvimento de uma nova geração seja aprovado pelos japoneses, servindo como um carro vitrine da eletrificação da marca. O novo NSX pode ser criado a partir da plataforma modular e:Architecture, a mesma que será usada por modelos civis da Acura e da Honda.



Fotos: Honda / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho