Ford E-Transit aparece com motor a células de hidrogênio para testes no Reino Unido

Ford apresentou oficialmente as primeiras imagens da E-Transit Hydrogen, que está em testes no Reino Unido e tem potencial para ganhar a linha de produção 



A Ford apresentou as primeiras imagens de um protótipo de uma E-Transit movida a células de hidrogênio, chamada de E-Transit FCEV. O modelo usará e energia gerado pelas células de hidrogênio para abastecer a bateria do modelo elétrico, com uma tecnologia que visa, principalmente, atender consumidores que precisem de uma autonomia maior que do modelo puramente elétrico, além de ser uma outra boa opção de eletrificação, uma vez que o hidrogênio não é poluidor.

Nesse caso, o motor a células de hidrogênio (FCEV) servirá como um extensor de autonomia. Para o desenvolvimento da nova opção de motor que ainda está em testes, a Ford entrou em parceria com outras montadoras líderes em pesquisa de hidrogênio para desenvolver sua frota. As células de hidrogênio vão produzir eletricidade combinando com o hidrogênio que terá um tanque específico para reabastecimento, sendo que a única emissão no processo é água. Ele permite também que o modelo tenha um carregamento mais rápido. Segundo a Ford, são um total de oito unidades que estão em testes.

Os modelos vão rodar neste ano, em 2024 e o projeto deve estar finalizado em meados de 2025, quando a Ford terá uma resposta para a viabilidade do projeto. Muito provavelmente, dentro de alguns anos, esse tipo de mecânica deva substituir os motores a diesel em veículos comerciais que precisem percorrer grandes distâncias. Essa não é a primeira vez que a Transit é usada em testes com células de combustível. A marca já testa veículos com esse tipo de mecânica desde a década de 1990, enquanto que mais recentemente, em 2021, a marca apresentou um novo protótipo.

Atualmente, os consumidores tem a opção apenas de adquirir uma Transit elétrica, com a E-Transit. O veículo possui motor elétrico que desenvolve 270cv de potência, torque de 43,8kgfm (com tração traseira) e tem uma bateria de 67kWh, da LG Chem, localizada abaixo da carroceria do comercial leve. Segundo as primeiras informações sobre o modelo, a bateria não é muito grande, mas a Ford deve priorizar a capacidade de carga útil do modelo. A e-Transit terá autonomia de 202km, podendo ser menor nos modelos onde o teto é maior e é mais comprida.



Fotos: Ford / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho