Nio venderá as marcas Alps e Firefly na Europa, com preços na casa dos 30 mil euros

Apostando em mercado premium, Nio confirma que marcas Alps e Firefly vão ser vendidas na Europa, com elétricos abaixo dos 30.000 euros



Enquanto algumas marcas nascem primeiro no mercado mais generalista e partem para produtos mais premium, o caso da Nio é exatamente o oposto. A marca nasceu com uma proposta mais premium e agora quer se aventurar em um mercado mais generalista, com duas marcas: a Alps e a Firefly, que já estão em desenvolvimento. Ambas já rodam com protótipos e vão aparecer dentro de alguns anos. O objetivo é ajudar na expansão global da Nio com a chegada de elétricos mais acessíveis.

Além da China, a Nio também olha para mercados como a Europa, que vem recebendo uma série de marcas chinesas com uma boa receptividade, apesar de toda desconfiança. Tanto a Alps como a Firefly já foram confirmadas para chegar na Europa e vão vender produtos elétricos mais acessíveis. De acordo com o Presidente da Nio, William Li, em entrevista para a revista alemã Der S Piegel que um dos seus carros elétricos de uma dessas marcas terá preço inferior a 30.000 euros, que pode ser um produto da Alps. Na China, a Alps terá produtos com preços entre 150.000 a 300.000 yuans.

Já a Firefly terá produtos com preços entre 100.000 a 200.000 yuans. Num andar estilo pirâmide, a Firefly será a marca mais acessível, seguindo pela Alps e a Nio atuando acima. Dessas, a Firefly vai atuar de maneira independente à Nio, ganhando suas próprias equipes de Pesquisa & Desenvolvimento. “Sim, em termos de preço, isso significa que também estamos atacando a Volkswagen com mais força do que antes”, observou William Li para a publicação alemã. O projeto da Firefly ainda prevê a construção de uma fábrica que será erguida na cidade de Chuzhou, província de Anhui, próximo de onde a Nio tem a fábrica de Hefei.

De acordo com o Automotive News Europe, a Firefly deve chegar depois justamente por conta de a criação ainda precisar acontecer em outros setores, além de uma fábrica específica que também precisa ser erguida. Sobre essa terceira empresa de foco mais acessível, existem poucas informações a respeito quando aos produtos. A Nio ainda é uma marca em expansão, ou seja, ainda precisa de muito empenho para chegar em novos mercados e conseguir ‘furar a bolha’ – tanto, que ainda aparece distante até mesmo na China. Por lá, a marca vende entre 10 a 20 mil unidades ao mês, ganhando espaço a medida que chega novos produtos. 



Fotos: Nio / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Ford traz novo lote da Ranger Raptor com mais equipamentos de série e custa R$ 466.500

Jaguar-Land Rover quer construir uma inédita fábrica de bateria para elétricos no Reino Unido

BMW revela as novas imagens teaser do M5 e M5 Touring, que vão ter mais de 700cv

Suzuki Invicto aparece na Índia como rebadge da Toyota Innova e espaço para até oito

Toyota lança o RAV4 com motor híbrido plug-in (PHEV) de 306cv no Brasil, por R$ 399.990

RAM reajusta os preços da Classic e diminui os preços da picape em até R$ 35.000

Volkswagen T-Cross com reestilização chega ainda neste primeiro semestre de 2024

Nio revela primeiro teaser da sua nova marca, a Onvo, que estreia com o SUV elétrico L60

Galaxy apresenta na China o seu sedã L6, que estreia como um PHEV com motor de 390cv