Fisker confirma que início da produção do Pear vai atrasar para meados de 2025

Fisker confirma que o Pear deve atrasar para meados de 2025 por conta de problemas com fornecedor de baterias, destaca o CEO da marca durante evento



Durante o Future of the Car, evento criado pelo Financial Times, a Fisker confirmou que o início da produção do Pear deve demorar alguns meses a mais para começar. A produção da novidade era estipulada para acontecer em meados do segundo semestre de 2024, mas a marca confirmou, por meio do CEO, Henrik Fisker, que a produção vai demorar um pouco mais para acontecer. A produção será adiada para meados de 2025. O motivo desse atraso estaria atrelado a negociações com fornecedores de baterias.

Para que o SUV menor que o Ocean seja produzido, a marca precisa de um fornecedor de baterias, enquanto destaca as qualidades do seu novo produto. “Nosso próximo veículo custará provavelmente menos de £ 28.000 e será bastante radical. Na verdade, é tão radical que temos que criar alguns novos métodos de produção”, disse Henrik durante conferência e ao Autocar. Para chegar a este preço, a Fisker vai desenvolver o Pear como um produto bastante acessível e simples, com um chassi de aço recém projetado com 25% menos peças que as estruturas convencionais e um interior sem peças móveis.

A marca também confirmou que o que será básico em hardware será compensado com software. “Hoje vemos que os compradores se preocupam com o tamanho da tela do carro e com o quão conectado o carro está. Eles não se importam necessariamente com algumas dessas outras coisas típicas relacionadas ao setor automotivo.”, complementou durante o evento. As primeiras informações dão conta que o novo elétrico da marca terá duas opções de bateria, sendo a primeira com uma autonomia de 483km e um modelo de autonomia menor, entre 161km a 241km.

Uma informação que não foi confirmada até o momento é onde o Pear será produzido. Há rumores de que ele seja produzido também em parceria com a Magna Steyr, em Graz, na Áustria, ou em Lordstown, Ohio, nos Estados Unidos, na fábrica que é da Foxconn. O Pear aparece como a grande aposta de crescimento da Fisker para os próximos anos, que espera produzir cerca de 250 mil unidades ao ano. Chamado de Personal Electric Automotive Revolution (Pear), a novidade pode trazer a saúde financeira que a marca espera alcançar em um futuro breve. 



Fotos: Fisker / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet lança a nova S10 no Brasil, que traz atualizações importantes e parte de R$ 247.860

Kia confirma a vinda do EV9 ao Brasil e define estreia para o primeiro semestre de 2024

Tank registra novas imagens de patente do 700 Hi4-T no MIIT e confirma uso de motor de 517cv

Eccentrica apresenta o Lamborghini Diablo remasterizado que agora desenvolve 550cv

Mercedes-Benz lança o Classe G 63 AMG Grand Edition no Brasil, por caros R$ 2.247.900

GWM registra imagens de patente do Veyron na China, que pode ser da marca Haval ou da Sar

Fiat Titano vai virar RAM 1200 no México, antecipa teaser; picape ganhará quarto logotipo

GWM adiciona caminhões elétricos para fazer entregas de peças para concessionárias

Volkswagen lança Polo Robust, versão voltada ao agronegócio, que chega por R$ 89.290