Prêmio Megafone 2021: Mitsubishi Triton Sport, Peugeot 208 e Volkswagen Nivus são campeões


Depois de um ano de 2020 muito complicado, com uma pandemia instaurada no país e uma série de atrasos em alguns lançamentos, chegamos aos resultados dos três lançamentos melhores lançamentos de 2020. Depois de um atraso envolvendo troca de cidades do editor que vos escreve e de uma série de outros empecilhos em 2021 (que vai tarde), a edição 2021 do Prêmio Megafone ficou (um pouco, risos) atrasada. Na sexta edição da nossa premiação, foram 62 modelos habilitados a participar da premiação, sendo que 26 deles passaram para a segunda fase e 12 chegaram à final. Confira abaixo que conquistou o prêmio e qual foi seu caminho.



Seguindo a tradição de contar com o maior grupo de modelos participantes, a categoria Reestilização/Face-lift do Ano contou com 29 modelos, dispostos em nove chaves de três modelos e uma chave de dois modelos. O mais votado de cada uma delas passava para a fase seguinte. Chevrolet TrailBlazer, JAC T60, Toyota Hilux, Porsche Panamera, Mitsubishi L200 Triton, Audi R8, Lexus LX, Audi A4, Toyota SW4, Chevrolet S10 e Chery Tiggo 5X se classificaram para a próxima fase, onde foi feito um novo sorteio. A segunda fase deu a vitória para primeira conhecida foi a Toyota Hilux, que vendeu por 50% dos votos suas rivais como Chevrolet TrailBlazer (25%) e JAC T60 (25%). A segunda vaga foi conquistada sobre o Audi R8 (50%) sobre o Porsche Panamera (37,5%) e Lexus RX (12,5%). A terceira vaga dessa categoria veio com a Chevrolet S10 (50%), que venceu a disputa contra Toyota SW4 (25%) e Chery Tiggo 5X (25%). A última vaga veio com a Mitsubishi L200 Triton (75%), que venceu o Audi A4 (25%). Por fim, a Mitsubishi levou a sua primeira premiação no Megafone com a vitória da Triton, com 36,4% dos votos. A picape foi eleita como a melhor Reestilização/Face/lift do Ano de 2020. A picape deixa o design de gosto duvidoso para se tornar uma das picapes mais belas do mercado, ao adotar a filosofia de design Dynamic Shield, que traz importantes atualizações visuais para a picape. Com 40 anos e cinco gerações, a picape foi bem a mais de um simples face-lift. A reforma ganhou uma nova dianteira e traseira. Começando pela frente, a L200 Triton 2019 passa a ser vendida com a mesma dianteira dos últimos lançamentos da Mitsubishi, com um “X”, conhecido como Dynamic Shield. Ela traz elementos do Eclipse Cross e Pajero Sport e combina muito mais com a picape que o desenho anterior. Além da dianteira, a Mitsubishi tratou de mudar as caixas de roda, que estão estendidas e com um design mais encorpado, uma mudança bem rara para reestilizações. A traseira muda menos ao ganhar novas lanternas, com novo desenho, e um novo para-choque. A picape ainda deve ser oferecida com novas rodas de liga leve de 18 polegadas.

 

REESTILIZAÇÃO/FACE-LIFT DO ANO

Primeira Fase

  • GRUPO 1

Chevrolet TrailBlazer – 57,1%

MINI Countryman – 28,6%

Audi Q7 – 14,3%

 

  • GRUPO 2

Audi A5 Sportback – 28,6%

Jaguar F-Type – 14,3%

JAC T60 – 57,1%

 

  • GRUPO 3

Honda WR-V – 28,6%

Toyota Hilux – 57,1%

Porsche Panamera Sport Turismo – 14,3%

 

  • GRUPO 4

Audi TT – 28,6%

Porsche Panamera – 42,9%

Audi A4 Avant – 28,6%

 

  • GRUPO 5

Mitsubishi Pajero Sport – 28,6%

Land Rover Discovery Sport – 14,3%

Mitsubishi L200 Triton Sport – 57,1%

 

  • GRUPO 6

Chery Tiggo 7 – 14,3%

Audi R8 – 71,4%

Chevrolet Camaro – 14,3%

 

  • GRUPO 7

Volvo XC90 – 28,6%

Fiat Mobi – 14,3%

Lexus RX – 57,1%

 

  • GRUPO 8

Audi A4 – 57,1%

JAC T50 – 28,6%

Honda Civic Si – 14,3%

 

  • GRUPO 9

Toyota SW4 – 42,9%

Chevrolet S10 – 42,9%

BMW Série 5 – 14,3%

 

  • GRUPO 10

Chery Tiggo 5X – 57,1%

JAC T40 – 42,9%

 

 

Segunda Fase

  • GRUPO 1

Chevrolet TrailBlazer – 25%

Toyota Hilux – 50%

JAC T60 – 25%

 

  • GRUPO 2

Lexus RX – 12,5%

Porsche Panamera – 37,5%

Audi R8 – 50%

 

  • GRUPO 3

Toyota SW4 – 25%

Chery Tiggo 5X – 25%

Chevrolet S10 – 50%

 

  • GRUPO 4

Mitsubishi L200 Triton – 75%

Audi A4 – 25%

 

 

Terceira Fase (FINAL)

1º Mitsubishi L200 Triton – 36,4%

2º Chevrolet S10 – 27,3%

2º Toyota Hilux – 27,3%

3º Audi R8 – 9,1%




Uma das categorias com um monte de lançamentos interessantes ao longo do ano de 2020, a categoria Nova geração do Ano contou com um total de 15 modelos participantes na primeira. Para a segunda fase, Chevrolet Tracker, Peugeot 208, Nissan Versa, Renault Duster, BMW X6 e Fiat Strada foram os modelos classificados para a próxima etapa. Destes, a Fiat Strada conseguiu a maior média dos votos, com 71,4% dos votos. A segunda fase foi decidida entre Fiat Strada (37,5%) e Chevrolet Tracker (37,5%), que eliminaram o Nissan Versa (25%). Os outros dois modelos a comporem a lista dos finalistas vieram com Peugeot 208 (50%) e Renault Duster (37,5%), que eliminaram o BMW X6 (12,5%). Por fim, chegamos à lista de quatro finalistas. Outra disputa bastante apertada, o novo Peugeot 208 se sobressaiu sobre Fiat Strada, Chevrolet Tracker e Renault Duster. A nova geração do 208 ganhou um design de personalidade. Adotando a nova regra visual da marca, ele traz a grade dianteira que se destaca, com o logotipo “208” logo acima da grade, além de faróis triangulares e com iluminação diurna de LEDs idêntica ao do novo 508, com dois ganchos que vão dos faróis em direção a parte inferior do para-choque. Nas laterais, o perfil lembra o do 308, principalmente o das janelas laterais. Visto de traseira, o carro traz elementos do 3008 com as lanternas pequenas e com acabamento preto que interligam as duas lanternas de LEDs. Essas ainda contam com a assinatura da “garra do leão”, enquanto um extrator preto é o destaque do para-choque traseiro.

 

NOVA GERAÇÃO DO ANO

Primeira Fase

  • GRUPO 1

Chevrolet Tracker – 57,1%

Land Rover Defender – 28,6%

Iveco Daily – 14,3%

 

  • GRUPO 2

Mercedes-Benz GLE Coupé – 28,6%

Peugeot 208 – 57,1%

Mercedes-Benz GLE – 14,3%

 

  • GRUPO 3

Rolls-Royce Phantom – 14,3%

Nissan Versa – 42,9%

Renault Duster – 42,9%

 

  • GRUPO 4

Effa V21/V22 – 28,6%

BMW X6 – 42,9%

Audi A6 Avant – 28,6%

 

  • GRUPO 5

Fiat Strada – 71,4%

Rolls-Royce Ghost – 14,3%

Foton Aumark – 14,3%

 

 

Segunda Fase

  • GRUPO 1

Nissan Versa – 25%

Fiat Strada – 37,5%

Chevrolet Tracker – 37,5%

 

  • GRUPO 2

Renault Duster – 37,5%

Peugeot 208 – 50%

BMW X6 – 12,5%

 

 

Terceira Fase (FINAL)

1º Peugeot 208 – 36,4%

2º Chevrolet Tracker – 27,3%

2º Fiat Strada – 27,3%

3º Renault Duster – 9,1%




Por fim, a categoria mais aguardado do ano, a Novidade do Ano teve, em 2020, 18 modelos estavam inscritos e aptos a concorrer. Destes, a metade passou para uma nova fase. Dessa Primeira Fase, Porsche Taycan, Mercedes-Benz GLB, Audi e-tron Sportback, Ford Territory, Volkswagen Nivus, Kia Rio, Chery Arrizo 6, RAM 1500 e Chery Tiggo 8 foram os finalistas para a Segunda Fase. De nove modelos, o mais votado de cada uma das quatro chaves passou para a final. A primeira chave rendeu à RAM 1500 (50%) o acesso para a terceira fase, eliminando Ford Territory (25%) e Chery Tiggo 8 (25%). A segunda chave rendeu a candidatura do Volkswagen Nivus (87,5%) contra o Audi e-tron Sportback (12,5%). Já a terceira vaga veio da disputa entre Porsche Taycan (75%) sobre o Mercedes-Benz GLB (25%). Por fim, o Chery Arrizo 6 (62,5%) ganhou do Kia Rio (37,5%) e garantiu a última vaga da categoria. Com isso, RAM 1500, Volkswagen Nivus, Porsche Taycan e Chery Arrizo 6 foram os vencedores e partiram para a grande. Durante este mês de competições, o Volkswagen Nivus se sagrou como campeão com 54,5% dos votos. O Nivus tem 4,266 metros de comprimento e 2,566 metros entre os eixos, altura de 1,493 metros e oferecendo um porta-malas de 415 litros. Dotado da plataforma MQB-A0, ele é o primeiro Volks com o novo logotipo da marca alemã no país, que estreia na grade dianteira, traseira e no novo volante, o mesmo do T-Cross europeu. O modelo deve ser vendido somente com motor 1.0 12v TSI Flex, que desenvolve 128/116cv de potência e sempre com torque de 20,4kgfm. O câmbio deve ser apenas automático de 6 marchas.

 

NOVIDADE DO ANO

Primeira Fase

  • GRUPO 1

Audi Q3 Sportback – 28,6%

Ferrari F8 Tributo/Spider – 14,3%

Porsche Taycan – 57,1%

 

  • GRUPO 2

Nissan V-Drive – 14,3%

Mercedes-Benz GLB – 42,9%

Audi e-tron Sportback – 42,9%

 

  • GRUPO 3

Ferrari Roma – 14,3%

Ford Territory – 42,9%

Volkswagen Nivus – 42,9%

 

  • GRUPO 4

Kia Rio – 42,9%

Chery Arrizo 6 – 42,9%

BMW Série 2 Gran Coupé – 14,3%

 

  • GRUPO 5

RAM 1500 – 42,9%

Mercedes-Benz EQC – 28,6%

BMW Série 8 Gran Coupé – 28,6%

 

  • GRUPO 6

Effa V25 – 28,6%

Mitsubishi Outlander Sport – 14,3%

Chery Tiggo 8 – 57,1%

 

 

Segunda Fase

GRUPO 1

RAM 1500 – 50%

Ford Territory – 25%

Chery Tiggo 8 – 25%

 

  • GRUPO 2

Audi e-tron Sportback – 12,5%

Volkswagen Nivus – 87,5%

 

  • GRUPO 3

Mercedes-Benz GLB – 25%

Porsche Taycan – 75%

 

  • GRUPO 4

Kia Rio – 37,5%

Chery Arrizo 6 – 62,5%

 

 

Terceira Fase (FINAL)

1º Volkswagen Nivus – 54,5%

2º RAM 1500 – 27,3%

3º Porsche Taycan – 9,1%

3º Chery Arrizo 6 – 9,1%



HALL DA FAMA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chery desenvolve a chegada do eQ1 ao mercado brasileiro, candidato a elétrico mais barato

Renault vai trazer 1º lote de 500 unidades do Kwid E-Tech Electric a partir de agosto

Volkswagen desenvolve um Polo Hybrid com motor eTSI, que chega na reestilização

Volvo abre pré-venda do novo XC40 Recharge Electric P6, com motor de 231cv, por R$ 309.950

Surgem projeções de como pode ficar o Renault 'StepWay', que estreia no Brasil em 2023

Chery fecha fábrica de Jacareí (SP) até 2025, quando retoma produzindo híbridos e elétricos

Com fechamento da fábrica, Chery Tiggo 3X sai de linha e Arrizo 6 virá importado da China

Site confirma a escolha da Fiat para o nome do SUV oriundo do Projeto 376: Fastback

Jeep confirma o lançamento da Gladiator para breve no Brasil; picape terá motor 3.6 V6

Kia Soul ganha reestilização nesta terceira geração e traz mais tecnologia, no exterior