SUV subcompacto da Renault pode se inspirar no Dacia Sandero StepWay reestilizado

Mudança de meia-vida do Dacia Sandero já é preparada na Europa e pode antecipar novidades para o futuro SUV subcompacto que a Renault prepara para o Brasil



Apesar de ter sido apresentado em 2020, o novo Dacia Sandero já caminha para a sua primeira mudança visual. Em 2023, a Dacia prepara mudanças drásticas no design do hatch e a versão StwpWay dele pode antecipar alguns detalhes do nosso Renault que será apresentado até 2024, substituindo Sandero e Logan, vindo como um SUV subcompacto que vai concorrer com o Fiat Pulse.

Pelas projeções do site Auto Moto, o Sandero vendido na Europa, pela Dacia, vai contar com novos faróis e uma nova grade dianteira, que vai trazer a nova identidade visual da marca. Faróis e grade contarão com um desenho onde parece que se fundem, com elementos da nova identidade visual até do logotipo da Dacia. O para-choque dianteiro ainda terá uma nova entrada de ar inferior, com um acabamento em plástico preto.

Ganhando linhas mais retas, o hatch ainda pode vir com uma entrada de ar nas extremidades, com desenho vertical. Nas laterais, espere por novas rodas de liga leve. De traseira, o hatch conta com lanternas com um novo layout, enquanto o para-choque traseiro recebe novas linhas. No interior, não são esperadas muitas mudanças. É possível que o hatch ganhe uma nova central multimídia, que pode ficar maior e ganhar elementos de conectividade.



Na mecânica, espera-se que o hatch venha com motores eletrificados. E isso indica que estamos falando de um conjunto híbrido. Este vai unir o motor 1.6 SCe de quatro cilindros que se unem a dois motores elétricos. Com isso, o motor entrega 140cv. Os dois motores elétricos têm funções distintas. O primeiro motor é o de partida de alta voltagem enquanto o outro motor move as rodas.

De acordo com a Renault, que desenvolveu os motores, eles contam com câmbio inspirado em carros de Fórmula 1 e permitem rodar apenas com o motor elétrico. A caixa de câmbio automático CVT permite uma partida 100% elétrica e reduz significativamente as lacunas na aceleração durante as trocas de marchas, o que melhora o conforto e o desempenho ao dirigir enquanto acelera.

Além disso, a Dacia quer manter a mesma mecânica atual. Isso indica a manutenção dos motores 1.0 12v SCe a gasolina, que desenvolve 65cv, com câmbio manual de 5 marchas. Há também o 0.9 12v TCe que entrega 90cv e é acoplado a um câmbio manual de 6 marchas ou automático CVT. Há também o 1.0 12v TCe de 100cv, com gasolina ou com o GLP, gás natural. O lançamento acontece em 2023. Já o modelo da Renault, para nosso mercado, pode aproveitar alguma novidade do modelo da Dacia. Esperamos que seja o motor eletrificado.



Projeções: Auto Moto

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido