GWM confirma que primeiro modelo a ser produzido no país será a picape média da Poer

GWM confirma que picape da Poer será a primeira a ser produzida em Iracemápolis (SP), a partir de meados de 2024, durante evento



A Great Wall Motors (GWM) confirmou que o veículo responsável por inaugurar a fábrica de Iracemápolis (SP) será a picape da marca, da Poer. A informação foi confirmada em entrevista com Oswaldo Ramos, Chefe de Operações Comerciais, que confirmou que a picape será o primeiro produto nacional por conta das suas especificidades e alterações necessárias para atender nosso mercado.

A entrevista de Ramos foi feita ao Jornal do Carro durante participação na Live Momento Mobilidade, do caderno Mobilidade Estadão. "A picape, já podemos adiantar, será feita no Brasil. Ela requer uma série de especificações próprias do mercado e já compensa ser lançada com produção local. A picape precisa ser brasileira. E precisa ter uma rede de distribuição completa no País inteiro", disse Ramos ao jornal. Por aqui, a picape da Poer será a primeira por conta das mudanças que a picape terá para nosso mercado.

"Quando olhamos para o segmento de picapes, a GWM tem simplesmente 50% das vendas desses veículos na China. E a picape pode sim ser eletrificada, como opção. Podemos ter versão mais tradicional a diesel. Mas a picape tem que ser conectada e inteligente. Afinal de contas, o Agro hoje é o maior campo do Brasil conectado e com inteligência nos seus equipamentos", diz Ramos.



Por aqui, a picape mais cotada até o momento é a Shanhai, apresentada no ano passado. A picape possui 5,440 metros de comprimento, 3,350 metros de entre-eixos, 1,991 metro de largura e 1,924 metro de altura. Com uma caçamba grande, a picape terá 18 pontos de amarração na caçamba. Usando a plataforma P71, a picape tem, visualmente, inspiração em um utilitário esportivo da Tank, o 500. Ela vem com os mesmos faróis de desenho mais quadrado, assim como a grade dianteira possui um mesmo recorte. A diferença é que na picape, a grade dianteira possui barras horizontais e cromadas, com o logotipo ao centro.

O para-choque também é diferente, com faróis de neblina em um acabamento em ‘J’, com faróis de neblina de desenho vertical. O para-choque dianteiro ainda possui um acabamento prateado na parte inferior do para-choque. A picape ainda conta com o mesmo capô do SUV, que traz linhas parrudas como destaque. A picape e o SUV compartilham boa parte das peças até a coluna B, como para-brisas, retrovisores, para-lamas e portas dianteiras.

A diferença é que a picape da Great Wall/Poer possui para-lamas alargados, tanto na dianteira como também na traseira. Ainda falando sobre as laterais, a picape possui um acabamento cromado no contorno dos vidros. Há um friso na parte inferior das portas que chama mais atenção. A picape ainda possui teto solar e rack de teto. De traseira, a novidade se destaca por vir com uma tampa da caçamba que pode ser abertura em um sistema bipartido ou com uma abertura convencional, baixando.



As lanternas são verticais e possuem um acabamento escurecido, enquanto o para-choque traseiro tem apoios para os pés, espaço para a placa ao centro e refletores nas extremidades. A tampa da caçamba ainda traz o logotipo da marca ao centro e a tampa é repartida logo ao lado direito do logotipo. Com isso, o lado esquerdo é maior que o lado direito. Opcionalmente, o consumidor vai poder ter uma série de acessórios da caçamba. O destaque fica por conta da capota rígida que pode ter três aberturas diferentes.

Internamente, a picape se destaca pelo acabamento mais refinado. De acordo com a marca chinesa, a Shanhai estreia para ser a picape mais cara já desenvolvida pela GWM. Para isso, ela recebe um painel de linhas modernas e horizontais. Destaque para a enorme tela da central multimídia com 14,6 polegadas, enquanto o quadro de instrumentos possui uma tela de 12,3 polegadas. Com materiais macios ao toque, o painel ainda tem saídas de ar-condicionado horizontais.

Na China, a Shanhai é vendida com motores 2.0 Turbo a gasolina e um 2.4 Turbo Diesel que desenvolve 184cv e 48,8kgfm, acoplado a uma transmissão automática de 9 marchas. A picape ainda possui uma tração 4x4 com um sistema de embreagem eletromagnética da BorgWarner. A outra opção é o 3.0 V6 Biturbo Diesel junto de um sistema híbrido-leve de 48V (MHEV), que desenvolve 354cv de potência com torque de 51kgfm e acoplado ao câmbio automático de 9 marchas e a tração 4x4. Esse V6 entrega 32,6kgfm do torque já em 1.000rpm.



Fotos: Great Wall e Poer / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Jeep Avenger pode ser produzido em Betim (MG) e participa de clínicas com potenciais clientes

RAM Rampage Laramie ganha versão Night Edition, a 'all-black', no Brasil por R$ 277.990

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Fang Cheng Bao revela as primeiras imagens teaser do Leopard 3, que estreia em breve

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Nova geração do Peugeot 2008 e reestilização do 208 vão trazer motor T200 MHEV

Volkswagen faz promoção de Polo, Virtus, Saveiro, Nivus, T-Cross, Taos, Jetta e Amarok

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades