GM dá continuidade ao desenvolvimento do Cruise e quer expandir cidades de testes

General Motors confirma que segue os testes com o Cruise em São Francisco e quer passar a testar a tecnologia dos autônomos em toda Califórnia



A General Motors (GM) confirmou o desenvolvimento da sua tecnologia de condução autônoma, com a divisão Cruise. De acordo com a GM, o grupo estaria de olho em expandir a quantidade de testes da tecnologia em outros estados dos Estados Unidos. Além de ser testado apenas na Califórnia, a GM quer que os testes comecem também em São Francisco. O modelo em testes em questão será o Origin, que será testado em vias públicas da cidade.

O pedido foi realizado pela Cruise ao Departamento de Veículos Motorizados da Califórnia. O pedido foi descoberto pelo The Wall Street Journal, onde a GM espera conseguir uma autorização de testes da tecnologia, mesmo que em áreas restritas, baixas velocidades e quando o tempo estiver ensolarado – pelo menos em um primeiro momento. O Chevrolet Bolt também deve começar a ser testado alguns meses depois.

Se a Cruise conseguir essa permissão, o Cruise Origin vai poder rodar 56km/h nas vias, em todos momentos do dia, menos quando o tempo estiver com condições ruins, como chuva. Além de São Francisco, a Cruise ainda estaria de olho em ter a permissão para rodar em todo estado da Califórnia. A informação foi confirmada pelo Executivo-Chefe da Cruise, Kyle Vogt, que em entrevista ao Automotive News destacou que a Cruise está “pronta para se expandir para praticamente qualquer cidade do estado”.

Os testes ainda vão acontecer em “cidades mais quentes do estado estão, você sabe, sobre a mesa para nós a longo prazo”. Atualmente, a Cruise trabalha com a tecnologia de condução autônoma com uma frota de 150 veículos. “À medida que nos aproximamos do final do ano, essas operações parecerão totalmente iguais ou potencialmente maiores do que o que temos em San Francisco hoje”, disse Vogt.

Recentemente, a Cruise confirmou que vai criar seus semicondutores após a escassez do componente. Extremamente necessário para a tecnologia ser viável nos seus veículos, a Cruise vai usar esses semicondutores nos demais carros da GM, quando equipados com sistemas de condução autônoma. Até o momento, a Cruise confirmou que usava os semicondutores fornecidos pela NVIDIA, com os primeiros protótipos do Origin. No entanto, a versão de produção usará semicondutores já criados pela própria Cruise.



Fotos: GM e Cruise / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Volkswagen apresenta as primeiras imagens teaser de um possível Golf GTI Edition 50

Ford tem desconto de R$ 17 mil para a Ranger; Maverick, Bronco Sport e Transit tem promoção

Toyota registra imagens de patente de câmbio manual que simula de 14 marchas no USPTO

BMW lança promoção adicional para iX1 e iX no Brasil até o próximo dia 31 de maio

BMW cogitou produzir 50 unidades da Z4 Touring Coupé Concept, mas desistiu do projeto

MINI revela imagens teaser do desenvolvimento da condução com uso de óculos VR

Chery reajusta o preço do Tiggo 5X em R$ 1.000 e Tiggo 7 Sport pode receber primeiro aumento

GWM lança promoção para o Ora 03, com Pacote Tranquilidade e condições de financiamento

Peugeot apresenta a reestilização do 208 na Europa, que ganha opção de motor híbrido