Bugatti produz o único Chiron Profilée e se torna um dos carros mais caros da história

Bugatti produz única unidade do Chiron Profilée, que se torna o carro mais caro em leilão, custando 9.792.500 euros, o equivalente a R$ 52.450.000



A Bugatti confirmou que o Chiron Profilée, de unidade exclusiva, foi leiloado e se tornou o carro mais caro em um leilão recentemente. De acordo com a marca francesa, o Profilée foi produzido Atelier em Molsheim, França. O lance vencedor e que levou o Profilée para casa teve 9.792.500 euros, equivalente a R$ 52.450.000! O cupê será uma das mais especiais. Além de marcar o fim de linha do esportivo, ele também será produzido em unidade única.

“Com apenas um Chiron Profilée já definido, era importante para nós oferecer a oportunidade de adquirir este pedaço da história para o maior número possível de pessoas e ficamos entusiasmados com o entusiasmo da comunidade automotiva global para este carro muito especial. Os licitantes reconheceram claramente a importância e o valor do Chiron Profilée, com uma intensa rivalidade e um preço que coloca este carro firmemente nos livros de história”, Hendrik Malinowski, Diretor Administrativo da Bugatti Automobiles.

“Foi uma honra para nós hospedar este lote muito especial em colaboração com a Bugatti. A venda do Chiron Profilée foi um dos momentos mais esperados de todo o leilão, com enorme interesse global no carro, o Profilée atraiu considerável atenção no leilão entre licitantes e espectadores curiosos que visitaram para dar uma olhada neste carro único. Com inúmeros licitantes na sala e nos telefones, houve uma verdadeira sensação de história sendo feita, e parabenizamos o novo guardião do Chiron Profilée por sua aquisição extremamente especial.”, destaca Marcus Görig, especialista em carros da RM Sotheby's.

Visualmente, o esportivo se destaca por trazer um para-choque dianteiro com entradas de ar maiores, mais largas, que se destacam ainda por trazer um desenho que se conecta com a grade central, sendo que nas extremidades do para-choque dianteiro ainda existem novas entradas de ar, verticais. Há ainda um novo splitter na parte inferior do para-choque. De perfil, a Bugatti traz novas rodas com pneus Michelin Pilot Sport Cup 2.

O carro ainda possui o mesmo motor 8.0 W16 quadriturbo, mas que oferece 1.500cv, sendo o mesmo motor do Super Sport e do Centodieci. A transmissão recebeu relações de transmissão foram encurtadas em 15% em comparação com as do Chiron Sport. Com isso, ele oferece uma aceleração de 0 a 100km/h em 2,3 segundos e até os 200km/h em 5,5 segundos. A máxima é de 380km/h.



Fotos: Bugatti / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho