Bugatti produz o único Chiron Profilée e se torna um dos carros mais caros da história

Bugatti produz única unidade do Chiron Profilée, que se torna o carro mais caro em leilão, custando 9.792.500 euros, o equivalente a R$ 52.450.000



A Bugatti confirmou que o Chiron Profilée, de unidade exclusiva, foi leiloado e se tornou o carro mais caro em um leilão recentemente. De acordo com a marca francesa, o Profilée foi produzido Atelier em Molsheim, França. O lance vencedor e que levou o Profilée para casa teve 9.792.500 euros, equivalente a R$ 52.450.000! O cupê será uma das mais especiais. Além de marcar o fim de linha do esportivo, ele também será produzido em unidade única.

“Com apenas um Chiron Profilée já definido, era importante para nós oferecer a oportunidade de adquirir este pedaço da história para o maior número possível de pessoas e ficamos entusiasmados com o entusiasmo da comunidade automotiva global para este carro muito especial. Os licitantes reconheceram claramente a importância e o valor do Chiron Profilée, com uma intensa rivalidade e um preço que coloca este carro firmemente nos livros de história”, Hendrik Malinowski, Diretor Administrativo da Bugatti Automobiles.

“Foi uma honra para nós hospedar este lote muito especial em colaboração com a Bugatti. A venda do Chiron Profilée foi um dos momentos mais esperados de todo o leilão, com enorme interesse global no carro, o Profilée atraiu considerável atenção no leilão entre licitantes e espectadores curiosos que visitaram para dar uma olhada neste carro único. Com inúmeros licitantes na sala e nos telefones, houve uma verdadeira sensação de história sendo feita, e parabenizamos o novo guardião do Chiron Profilée por sua aquisição extremamente especial.”, destaca Marcus Görig, especialista em carros da RM Sotheby's.

Visualmente, o esportivo se destaca por trazer um para-choque dianteiro com entradas de ar maiores, mais largas, que se destacam ainda por trazer um desenho que se conecta com a grade central, sendo que nas extremidades do para-choque dianteiro ainda existem novas entradas de ar, verticais. Há ainda um novo splitter na parte inferior do para-choque. De perfil, a Bugatti traz novas rodas com pneus Michelin Pilot Sport Cup 2.

O carro ainda possui o mesmo motor 8.0 W16 quadriturbo, mas que oferece 1.500cv, sendo o mesmo motor do Super Sport e do Centodieci. A transmissão recebeu relações de transmissão foram encurtadas em 15% em comparação com as do Chiron Sport. Com isso, ele oferece uma aceleração de 0 a 100km/h em 2,3 segundos e até os 200km/h em 5,5 segundos. A máxima é de 380km/h.



Fotos: Bugatti / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

BYD lança no Brasil promoção para interessados em seus carros durante este mês de junho

Jeep Avenger pode ser produzido em Betim (MG) e participa de clínicas com potenciais clientes

RAM Rampage Laramie ganha versão Night Edition, a 'all-black', no Brasil por R$ 277.990

Toyota confirma produção do primeiro elétrico nos EUA em 2025, no estado de Kentucky

Fang Cheng Bao revela as primeiras imagens teaser do Leopard 3, que estreia em breve

Hyundai apresenta oficialmente o Ioniq 5 N, a versão esportiva com motor de 609cv

Nova geração do Peugeot 2008 e reestilização do 208 vão trazer motor T200 MHEV

Hyundai apresenta a linha 2025 de HB20, HB20S, Creta Action e Creta no Brasil com novidades

Isuzu apresenta a primeira imagem teaser da reestilização do MU-X, que aparece na Tailândia