Importados, janeiro de 2023: vendas avançam 92,6% no primeiro mês do ano

Vendas de modelos importados começa o ano com avanço de 92,6% em relação ao mesmo período de 2022, graças ao bom desempenho da Volvo e início da BYD



No primeiro mês do ano de 2023, as vendas de modelos importados atingiu um início bom para os modelos importados, com um avanço de importantes 92,6% em relação ao mesmo período de 2022. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores, a Abeifa, ao todo foram 3.333 unidades de modelos nacionais e importados. Entre os modelos importados, foram 2.377 unidades e 956 unidades de produtos nacionais.

Em relação ao mês de dezembro de 2022, janeiro de 2023 fechou com uma queda de 27,9% a menos, quando 4.625 unidades foram vendidas. Comparado a venda de janeiro de 2022, a queda é de 27%, quando 4.567 unidades foram vendidas. Mas quando se separa as vendas de modelos nacionais e importados, existe uma importante diferença. Em janeiro deste ano, os 2.377 unidades representam um aumento de 3,4% em relação ao mês de dezembro de 2022 e um salto de 92,6% frente a janeiro de 2022.

Aos modelos produzidos nacionalmente, a Abeifa confirma que as 956 unidades do mês representaram queda de 58,9% em relação ao mês de dezembro (2.327 unidades) e uma queda muito maior em relação a janeiro de 2022: 71,3%. As 130.460 unidades licenciadas em janeiro, os modelos de marcas ligadas a Abeifa representaram 2,55% do mercado. Entre as marcas, a Volvo liderou com muita folga. A Kia fechou em segundo, seguido de Porsche, BYD e Land Rover – com destaque para a marca chinesa que teve o primeiro mês cheio de dois produtos importantes, Yuan Plus e Song Plus.

Entre os automóveis, o Volvo XC60 mostra que foi o responsável pelo bom desempenho da marca sueca no mês com 577 unidades vendidas no mês, enquanto o Kia Bongo foi o vice-líder com 214 unidades e o Volvo XC40 fechou o pódio com 156 unidades. Kia Stonic (4º, 88 unidades), Porsche Macan (5º, 85 unidades), Kia Sportage e Porsche Cayenne empatados (6º, 80 unidades), ficaram separados por apenas oito unidades. A BYD ainda colocou o Yuan Plus no Top 10, com 79 unidades vendidas.

Na cola dele, o Porsche 911 apareceu com 78 unidades vendidas no mês, com o Suzuki Jimny Sierra aparecendo em 10º. Estreante também o BYD Song Plus (14º, 33 unidades), chegou vendendo mais que Land Rover Range Rover Velar e Volvo C40, empatados em 15º. Confira abaixo a lista das marcas e automóveis mais vendidos.



RANKINGS

MARCAS

  1. Volvo – 820
  2. Kia – 408
  3. Porsche – 295
  4. BYD – 150
  5. Land Rover – 141
  6. Suzuki – 79
  7. JAC – 46
  8. Jaguar – 37
  9. Aston Martin – 2
  10. McLaren – 2



AUTOMÓVEIS

  1. Volvo XC60 – 577
  2. Kia Bongo – 214
  3. Volvo XC40 – 156
  4. Kia Stonic – 88
  5. Porsche Macan – 85
  6. Kia Sportage – 80
  7. Porsche Cayenne – 80
  8. BYD Yuan Plus – 79
  9. Porsche 911 – 78
  10. Suzuki Jimny Sierra – 66
  11. Land Rover Range Rover Sport – 61
  12. Volvo XC90 – 57
  13. Land Rover Defender – 41
  14. BYD Song Plus – 33
  15. Land Rover Range Rover Velar – 30
  16. Volvo C40 – 30



Fotos: BYD / divulgação | Volvo / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat confirma que o futuro interior dos seus carros terão inspiração no clássico Lingotto

Chevrolet terá Feirão de Fábrica neste final de semana em São Caetano do Sul e promoções

BMW lança novo Série 5 no Brasil, com versão híbrida 530e, que estreia por R$ 574.950

Porsche apresenta seu novo logotipo para comemorar os 75 anos de fundação da marca

Hongqi revela oficialmente a segunda geração do HS3 na China, com motor de até 252cv

Toyota investe mais R$ 160 milhões na fábrica de Sorocaba (SP) com novo Centro de Peças

BYD tem promoção 'DiaE' neste sábado, 22/06, com Dolphin por R$ 135.300, com bônus

Mitsubishi vende até dia 22/06 a L200 Triton, Eclipse Cross e Pajero Sport com promoção

BYD King é o batismo global do Destroyer 05 e chega para colocar Toyota Corolla na mira

Toyota apresenta atualização para o catálogo de versões da Hilux, com fim da versão SRX