Lucid não consegue aumentar a produção do Air nos Estados Unidos e segue patinando

Lucid segue patinando na produção do Air, com um primeiro trimestre com resultados fracos: apenas 2.314 unidades foram produzidas em três meses



Faz alguns meses que a Lucid espera dar uma guinada na produção dos seus automóveis, mas isso vem demorando para acontecer. Os motivos ainda são a limitação de componentes, visto que o sedã até tinha uma boa fila de espera – para uma marca startup. De acordo com os dados divulgados do primeiro trimestre de 2023, a empresa norte-americana produziu 2.314 unidades, entregando 1.406 unidades no período. Apesar da empresa divulgar ter mais de 28.000 unidades na fila de espera, a produção segue abaixo das expectativas.

Durante todo ano de 2022, a marca teve 7.180 unidades produzidas e entregou 4.369 unidades nos Estados Unidos, que ainda é o maior mercado da marca. A empresa também estuda expansão comercial e já chegou em mercados como Alemanha, Holanda, Suíça e Noruega. Mercados como Áustria, Bélgica, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Itália, Mônaco, Holanda, Noruega, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido serão os próximos, assim como a chegada da marca no Oriente Médio, começando pela Arábia Saudita. Os resultados da produção ainda seguem baixos e a marca chegou a anunciar um corte de 18% dos funcionários.

Isso foi motivado pelo fato da marca sofrer com a capacidade de produção baixa e falta de componentes. “Temos estado a rever e a implementar várias outras formas de otimizar a nossa estrutura de custos, mas infelizmente estas medidas por si só não atingirão os nossos objetivos. Consequentemente, tomamos a decisão dolorosa, mas necessária, de dispensar alguns dos talentosos membros da nossa equipe.”, de acordo com o CEO da Lucid, Peter Rawlinson. Contando com o apoio do Fundo de Investimento Público da Arábia Saudita, o próprio Governo da Arábia Saudita confirmou que quer ser um dos clientes do sedã.

Nos próximos meses, a marca vai apresentar mais um produto, o SUV chamado de Gravity, que será apresentado com a missão de levantar a quantidade de unidades produzidas da marca. O SUV terá um acabamento interno luxuoso e com uma série dos melhores detalhes. Ele será vendido com configurações de cinco, seis ou sete lugares, dependendo do gosto e necessidade do consumidor. A conferir como a marca deve se sair nos próximos anos.



Fotos: Lucid / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok