RAM cogita fazer picape intermediária diferente para os EUA e uma picape média global

RAM pode acabar desenvolvendo duas novas picapes, sendo uma intermediária e uma média, que serão vendidas nos Estados Unidos em alguns anos



A RAM pode estar desenvolvimento duas novas picapes para os Estados Unidos. Depois de estar por anos no segmento full-size com as picapes 1500, 2500 e 3500, a RAM pode acabar mirando nos segmentos inferiores. Aqui no Brasil, a marca já vai ganhar bastante notoriedade com a chegada da Rampage, que é uma picape de porte intermediário e que vai concorrer com modelos como a Ford Maverick. A RAM sabe que nos EUA, a mesma Maverick não tem muitos concorrentes (apenas a Hyundai Santa Cruz).

Ao mesmo tempo, a RAM pode desenvolver uma picape média, para concorrer com modelos como Toyota Tacoma, Chevrolet Colorado e Ford Ranger, por exemplo. Para nós, essa picape seria ideal para concorrer com modelos como Toyota Hilux, Chevrolet S10 e a própria Ford Ranger, que são hoje as picapes médias mais vendidas do nosso mercado. Com a negativa (até o momento) da ida da Rampage para os Estados Unidos, a marca do carneiro pode acabar desenvolvendo uma picape intermediária específica para o mercado norte-americano. Mike Koval, CEO da RAM, confirmou essa informação em entrevista.

“Eu adoraria trazer uma pequena caminhonete para a América do Norte (mas) é mais fácil falar do que fazer, principalmente no que diz respeito à conformidade dos veículos. Numa das primeiras reuniões após a fusão (com o grupo automóvel Stellantis que inclui marcas europeias como Fiat e Alfa Romeo) disseram ‘o que é meu é seu’. Então (RAM) tem acesso a todas as diferentes... plataformas de veículos do grupo.”, destacou o executivo em entrevista ao Drive. Apesar da negativa da Rampage ser produzida nos Estados Unidos com adaptações para aquele mercado, a picape já foi avistada por terras do Tio Sam.

Por outro lado, o desenvolvimento de uma picape média parece estar mais definido. A picape média poderia ser criada a partir de uma base STLA, que permitiria que a picape ganhasse motores eletrificados, como um híbrido e uma opção puramente elétrica – algo que seria inédito nos Estados Unidos, que não tem uma picape deste porte que é elétrica. O projeto de uma ‘RAM Dakota’ é muito possível por conta de um conceito que foi apresentado em um evento interno de concessionários, no início deste ano, nos Estados Unidos. E, ao que tudo indica, a receptividade do conceito foi muito boa.



“Eu tinha 6.000 dos meus melhores amigos nas arenas e estava procurando o polegar para cima ou para baixo. E eles teriam que contar a você, mas acho que é extremamente positivo.”, disse Koval em entrevista ao Green Car Reports. O site ainda perguntou se poderia ter uma versão com extensor de autonomia, mas o executivo se esquivou de uma resposta assertiva: “É muito cedo. Ainda não está completamente definido porque era apenas um conceito.”, adiciona. Muito provavelmente a picape teria que contar com opção de motor a combustão e uma opção híbrida.

Com potencial de ser global, Koval confirmou que ela poderia ser vendida em mercados onde o público consome muita picape, como América do Sul, África, Oriente Médio e Oceania. Isso tornaria o projeto muito mais viável. “Cada vez mais, vejo o nosso negócio como um negócio global. Portanto, estou analisando todas as oportunidades, sejam picapes compactas, de tamanho médio, e onde posso vendê-las e o que elas precisam ter – tonelada métrica, tração traseira. Posso ter um ICE (combustão) e um BEV (elétrico), porque preciso de ICE na América do Sul? Sim, é possível, e tudo se resume ao STLA Frame e à flexibilidade que ele contém. Nós poderíamos fazer isso.”, diz Koval.

Tudo indica que essa picape seja desenvolvida para os próximos anos. Aqui, a Stellantis não atua no segmento de picapes médias, tendo a Fiat Titano como um produto que deve ser o primeiro a ser oferecido. No entanto, uma picape deste porte com a marca RAM, teria muito mais apelo. 



Fotos: Dodge e RAM / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Curiosidades: por que o disco de freio parece com ferrugem mesmo sendo novo?

Toyota Yaris Hatch só ganha nova geração entre 2024 a 2025 na Ásia, depois do sedã e do SUV

Nova geração do Toyota Corolla surge em meados de 2025, como uma geração evolutiva

Curiosidades: Os carros mais vendidos do Brasil em 2003!

Oshan aparece no Brasil testando seu utilitário esportivo médio X5; marca será que vem?

Fiat Titano estreia na Argélia primeiro, vazando e antecipando alguns detalhes da nossa

Celta voltará? Chevrolet confirma que não vai desenvolver nenhum subcompacto novamente

Yangwang revela as primeiras imagens oficiais teaser do seu inédito sedã elétrico, o U7

Renault e Nissan passam a ter seguros com Assurant, por meio do intermédio da Mobilize

Scout revela novo teaser e confirma que seus produtos farão estreia no mês de julho