Porsche revela na Europa o Cayenne e Cayenne Coupé Turbo E-Hybrid com motor de 739cv

Porsche apresenta novas versões para Cayenne e Cayenne Coupé, que ganham as versões Turbo E-Hybrid, que se tornam as versões mais potentes dos SUVs



A Porsche apresentou as novas opções de motor para a sua dupla de utilitários esportivos, Cayenne e Cayenne Coupé. Os modelos vão passar a ser vendidos com a versão Turbo E-Hybrid, que se torna o Cayenne mais potente de todos os tempos – sendo mais potente, inclusive, que o Turbo GT, versão disponível exclusivamente ao Coupé. Na Europa, a dupla estreia com um motor híbrido plug-in (PHEV) que foi atualizado, que juntos são capazes de desenvolver 739cv, que vão levar esses SUVs a quase 300km/h.

O Turbo E-Hybrid surge com o motor 4.0 V8 biturbo atualizado e que passa a desenvolver 599cv e torque de 81,6kgfm, junto de um novo motor elétrico capaz de desenvolver 176cv e 46,9kgfm que, combinados, originam os 739cv e 96,9kgfm de força. O SUV é equipado com uma transmissão automática de 8 marchas, da ZF, e com tração integral sob demanda. Ele também possui uma nova bateria de alta tensão de 25,9kWh, localizada abaixo do assoalho do porta-malas. Com esse conjunto, ele acelera de 0 a 100km/h em 3,5 segundos (Cayenne Coupé) ou 3,7 segundos (Cayenne) e pode alcançar a marca de 295km/h.

O SUV possui uma capacidade de oferecer uma autonomia puramente elétrica entre 70km a 76km com o Cayenne e de 73km a 82km no Cayenne Coupé. Para recarga da bateria, a Porsche confirma que ele pode vir com um WallBox de 11kW que reduz o tempo de carregamento da bateria. Para carregar complemente a bateria, a marca alemã confirma que é necessária 2h30. A marca confirma que a nova opção de motor será equipada com suspensão pneumática adaptativa que tem duas câmeras e duas válvulas, tornando possível o ajuste separadamente entre os estágios de recuperação e compressão da operação da suspensão.



A tecnologia permite que o carro tenha maior conforto e a segurança em igual medida, com configurações de suspensão Comfort e Sport Plus. A suspensão combina um comportamento confiante em curvas dinâmica com características focadas no conforto em situações de condução lenta e máxima supressão de inclinação e rotação. O Porsche Torque Vectoring Plus (PTV Plus) também é padrão no Cayenne Turbo E-Hybrid. O Porsche Dynamic Chassis Control (PDCC) e o eixo traseiro direcional estão disponíveis como opcionais. Em termos de design, a dupla se destaca apenas por contar com a grelha da grade em preto brilhante.

O acabamento em plástico preto na parte inferior da carroceria passa a ser pintada na mesma cor da carroceria, reforçando um lado mais esportivo dos SUVs. Na traseira, o modelo possui dupla saída de escape em aço inoxidável escovado e com pinças de freio vermelhas. Por dentro, as novidades ficam por conta de detalhes em alumínio no painel e nos painéis das portas, com foco maior em desempenho. O forro de teto é revestido em Race-Tex e traz o volante mais esportivo do Cayenne Coupé Turbo GT, que é aquecido, com um seletor de modo de seleção rápida e direta do modo de direção.

O Turbo E-Hybrid ainda possui bancos esportivos de couro ajustáveis em 18 posições e podem ser de couro, também ajustáveis, em 14 posições. Ele também possui novo cockpit com um painel de instrumentos totalmente digital em um design curvo e independente com opções de exibição variáveis, um console central redesenhado e o display do passageiro opcional. Opcionalmente, o Cayenne Coupé Turbo E-Hybrid poderá ser equipado com o pacote GT Package, que traz mais dinâmica de condução e um aparente desenho mais esportivo. Ele possui o mesmo design e os recursos do Turbo GT, oferecido, claro, apenas ao Cayenne Coupé.



Todos os chassis e sistemas de controle, incluindo a suspensão pneumática, são ajustados especificamente para o novo modelo. Em termos de design, se percebe que o modelo ainda possui uma altura em relação ao solo 1 centímetro mais baixa, além de novos rolamentos de pivô específicos do GT que aumentam a curvatura no eixo dianteiro, em combinação com rodas dianteiras mais largas, que trazem maior resposta de direção e maior dinâmica de condução. A marca também oferece o Porsche Ceramic Composite Brake (PCCB) de alto desempenho também é padrão no GT Package.

Outras mudanças são as novas rodas de 22 polegadas, que são as mesmas do Cayenne Coupé Turbo GT, além de vir com o PDCC e o eixo traseiro direcional. No design, ele ganha seção dianteira específica com detalhes em preto brilhante, extensões das caixas de rodas e saias laterais em preto, placas laterais de carbono no spoiler de teto, ponteiras de escape centralizadas com o escapamento de titânio do Turbo GT e um difusor traseiro de carbono. O teto também possui um acabamento em fibra de carbono leve. Com esse pacote, ele acelera de 0 a 100km/h em 3,6 segundos e máxima de 305km/h.

Com o sistema elétrico, o SUV cupê possui uma autonomia elétrica de 71km a 72km no ciclo misto ou de 79km a 82km rodando puramente na cidade. Na Europa, ele será vendido com preços a partir de 176.324 euros na Alemanha e o Cayenne Coupé começa a partir de 179.775 euros. O GT Package custa 208.454 euros e está limitada aos mercados onde o Cayenne Turbo GT não está mais disponível devido às regulamentações locais.








Fotos: Porsche / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Ferrari apresenta a SF90 XX Stradale e Spider na Europa, com motor híbrido de 1.030cv