GWM vendeu 1.409 unidades de Haval H6 e H6 GT no Brasil em pré-venda via Mercado Livre

GWM confirma que Haval H6 e H6 GT tiveram 1.409 vendidas via Mercado Livre durante os dois meses da pré-venda dos SUVs no mercado brasileiro



A Great Wall Motor (GWM) Brasil confirmou que recebeu 1.409 unidades do regime de pré-venda de Haval H6 e Haval H6 GT. Ao todo, o regime de pré-venda teve unidades vendidas em 500 cidades do país, segundo os dados da empresa. Em dois meses de pré-venda, os utilitários esportivos com motores híbridos tiveram as primeiras unidades entregues em maio deste ano. Todas essas 1.409 unidades foram vendidas via Mercado Livre, onde o consumidor tinha que fechar o pedindo pagando um sinal de R$ 9.000.

Isso significa que apenas com essas unidades, a marca já tinha levantado R$ 12.681.000, o que, para uma marca desconhecida da grande maioria, é um grande feito. A façanha veio depois de uma boa apresentação da marca, do trabalho de adaptação dos carros ao gosto brasileiro e dos investimentos aplicados no país, da ordem de R$ 10 bilhões até 2033. Além disso, a GWM começou a ficar mais conhecida a partir do momento que adquiriu a antiga fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis (SP). Além da Haval e da Ora, a GWM deve trazer mais marcas suas no país nos próximos anos.

Aqui, o Haval H6/H6 GT foi a primeira investida. O SUV médio é vendido com duas opções de motores, sempre híbrido. O primeiro deles tem motor híbrido (HEV), que é a novidade, aliando o mesmo motor 1.5 Turbo de 156cv junto de um motor elétrico que junto desenvolvem 243cv e 54,0kgfm, sendo equipado com uma bateria de 1,6kWh que vem com uma transmissão automática de duas velocidades e tração dianteira. De acordo com a Haval, ele possui uma capacidade de acelerar até os 175km/h, limitado eletronicamente. Já o H6 híbrido plug-in (PHEV) já tinha informações conhecidas.

Ele vem com motor 1.5 Turbo a gasolina junto de dois motores elétricos. Chamado de DHT-PHEV, o sistema une um motor 1.5 Turbo de 156cv junto de dois motores elétricos. Os motores combinados entregam 393cv e o torque é de 77,7kgfm, que forma uma tração integral 4WD. Cada um dos motores elétricos é instalado em um eixo, sendo uma na dianteira e outro na traseira. A aceleração de 0 a 100km/h em 4,9 segundos e máxima de 180km/h. Ele ainda é equipado com uma bateria de 34kWh que lhe rende uma autonomia puramente elétrica de 170km.

Por ser um plug-in, a bateria recarrega em uma corrente alternada de 0% a 100% entre 5 horas (WallBox) ou em uma corrente contínua, em estações de recarga, de 10% a 80% em apenas 29 minutos. Em uma toma comum, a bateria recarregada em 10 horas. O H6 ainda possui um conjunto de transmissão DHT-130 de duas marchas, uma marcha para velocidades mais baixas e outra marcha para velocidades mais altas.



Fotos: GWM Haval / divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fiat reajusta os preços da Toro em versões com motor T270, com cortes de até R$ 10.000

Nio ET5 Touring é a primeira station wagon da marca; estreia na China de olho na Europa

Nosso novo Peugeot 2008 será igual ao modelo europeu, recém reestilizado; terá motor T200

Alfa Romeo surpreende e confirma nome Milano para SUV subcompacto que estreia em abril

RAM reajusta os preços de Rampage, 1500, 2500 e 3500 no Brasil, em até R$ 5.000

Ford desenvolve um SUV elétrico de 7 lugares que será apresentado em meados de 2025

Chevrolet Camaro ganha séries especiais Collector's Edition e Garage 56 Edition nos EUA

Jetour apresenta o X90 Plus no Salão do Automóvel de Guangzhou, que é reestilizado

Lamborghini comemora aniversário de 60 anos de Sant'Agata Bolognese e revela três séries

Volkswagen lança promoção no Brasil para Polo, Virtus, Nivus, T-Cross, Taos, Tiguan e Amarok