Postagens

Mostrando postagens com o rótulo VAG

Scout recebe investimento de US$ 1,3 bilhão para erguer sua fábrica nos Estados Unidos

Imagem
Scout recebe incentivos de US$ 1,3 bilhão para a construção da fábrica da Carolina do Sul do governo dos EUA; produção vai começar em 2026 com picape e SUV  A Scout vai receber um grande incentivo para a construção da sua fábrica nos Estados Unidos. O investimento será de US$ 1,3 bilhão para a construção da fábrica em termos de benefícios para a construção da fábrica de Columbia, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos. A nova fábrica vai ser erguida a um custo de US$ 2 bilhões e terá capacidade de ter 4.000 funcionários diretos, com uma capacidade produtiva de 200.000 unidades ao ano. Com isso, a VAG terá o investimento de US$ 700 milhões na fábrica na unidade que será erguida em Blythewood, arredores de Columbia. De acordo com o Presidente-Executivo da Scout, Scott Keogh, a VAG estudou cerca de 74 locais nas áreas do sul, centro-oeste e oeste dos Estados Unidos em busca da melhor região, destacou Keogh ao Automotive News . O pacote de incentivos foi sancionado pelo Governador do est

VAG lança pedra fundamental da fábrica de Valência, na Espanha, que vai produzir baterias

Imagem
Volkswagen AG lança pedra fundamental da fábrica de Valência, na Espanha, criada com a PowerCo para a produção de baterias e que começar a produzir em 2026 A Volkswagen Group (VAG) confirmou o lançamento da pedra fundamental da construção da fábrica de baterias que será erguida em Valência, na Espanha. A unidade será a segunda fábrica de baterias feita em parceria com a PowerCo, depois de Salzgitter, na Alemanha. A unidade deve ficar pronta em meados de 2026, quando terá uma capacidade de produção anual de 40GWh, com potencial de expansão. A unidade terá a criação de 3.000 empregos diretos e já nasce com pilares de sustentabilidade. Isso porque a unidade vai ter energia proveniente de energia solar e eólica. Participaram do lançamento da pedra fundamental da fábrica executivos do grupo e autoridades locais como Ximo Puig, Presidente da Comunidade Valenciana, Pedro Sánchez, Presidente do Governo de Espanha, Felipe VI., Sua Majestade o Rei de Espanha, Thomas Schmall, Membro do Conselho

Volkswagen anuncia que a parceria com a Ford "está se intensificando", durante evento

Imagem
Ford e Volkswagen confirmam que a parceria deve aumentar com a chegada de novos produtos para os próximos anos, destaca executivo da VW Desde que a Ford e a Volkswagen anunciaram que voltariam a ter uma parceria em nosso mercado, muita gente duvidou que daria certo. Isso por conta do histórico de parcerias entre as empresas, especialmente aqui na região da América do Sul com a Autolatina. Ambas acabaram se desentendendo depois que a Volkswagen não quis ceder o projeto do Gol de segunda geração para a Ford criar um compacto. A partir daí, o Fiesta chegou ao nosso mercado e tudo é história. Mas uma parceria que ressurgiu como global, Ford e Volkswagen parecem estar mais maduras no desenvolvimento de novos produtos, tanto que as novas gerações de Amarok e Ranger já estão aí como prova. Além disso, Volkswagen ID.4 e Ford Explorer EV agora são primos e a parceria vai se intensificar. Ao menos, é o que destaca Oliver Blume, CEO da Volkswagen AG (VAG). Em entrevista ao Automotive News Europ

Volkswagen confirma investimento em seis novas fábricas de baterias até 2030

Imagem
Volkswagen AG confirma que vai erguer seis fábricas de baterias na Europa até meados de 2030 em parceria com a PowerCo; primeira fábrica nasce em Salzgitter A Volkswagen AG (VAG) confirmou que vai erguer um total de seis fábricas de baterias na Europa junto com a PowerCo para a sua nova linha de produtos elétricos. A primeira unidade de baterias será erguida em Salzgitter, na Alemanha, que fica pronta em meados de 2025. A unidade terá uma capacidade de produzir 40GWh de baterias ao ano, com potencial de expansão. Depois disso, o grupo confirmou a expansão para Espanha e Canadá. Na Espanha, a VAG confirmou ainda que vai erguer a unidade em Valência e, em St Thomas, Ontário, no Canadá (essa seria uma fábrica europeia, mas foi realocada para a América do Norte, depois de benefícios fiscais). Com as seis fábricas, a VAG terá uma capacidade de produzir 240GWh até 2030, permitindo ter uma capacidade produtiva de 3 milhões de carros ao ano. A PowerCo ainda será responsável por atividades de

VAG anuncia investimento de 180 bilhões de euros entre 2023 a 2027 em alguns mercados

Imagem
VAG confirma investimento de 180 bilhões de euros entre 2023 a 2027 para mercados estratégicos como América do Norte e China para as suas marcas A Volkswagen AG (VAG) confirmou que fará um novo investimento para os próximos para atender todas as suas marcas nos mercados onde o grupo considera ser um dos seus mercados chaves. Até o momento, a VAG comenta apenas sobre a América do Norte e a China, mas nada impede que o grupo possa ampliar esses investimentos a outras regiões, como a própria Europa, América Latina, África, Ásia e Oceania. Querendo ser líder em eletrificação, os 180 bilhões de euros serão grandes parte voltados para isso. Desse montante investido, os 180 bilhões de euros, dois terços (12 bilhões de euros) serão investidos à eletrificação e digitalização. Além disso, esse investimento também ajudará na chegada de novos modelos elétricos e também na chegada de uma nova marca do grupo, a Scout, para os Estados Unidos. Aliás, esse investimento também mira nos EUA, na unidade

Volkswagen muda planos e investe em fábrica para produzir baterias em Ontário, no Canadá

Imagem
Volkswagen AG (VAG) confirma investimento em fábrica de baterias no Canadá junto com a PowerCo, que será construída em Ontário para usar em elétricos A Volkswagen AG (VA) confirmou um investimento em uma nova fábrica de baterias que será erguida no Canadá, mais precisamente em Ontário. Essa é a primeira fábrica do grupo alemão de baterias instalada na América do Norte, em busca dos benefícios fiscais que o governo dos Estados Unidos lançou para quem instalasse fábricas de baterias na América do Norte. A unidade deve ser importante para a produção de baterias dos futuros elétricos que serão feitos na região, como a Scout. A construção dessa fábrica será feita em parceria com a PowerCo, que será a parceira do grupo. “Com as decisões para a produção de células no Canadá e uma instalação Scout na Carolina do Sul, estamos acelerando a execução de nossa estratégia na América do Norte.” , disse Oliver Blume, CEO do Grupo Volkswagen. Para a construção da unidade, a VAG vai em busca de cresce

VAG define local de produção da Scout, com fábrica que será erguida na Carolina do Sul

Imagem
Scout define que vai erguer uma fábrica própria em Columbia, Carolina do Sul, nos Estados Unidos, para produzir picape e utilitário esportivo elétrico a partir de 2026  O fim de um mistério. A Scout finalmente confirmou onde será a sua fábrica, de onde vão sair o utilitário esportivo e a picape elétrica, que serão apresentados em meados de 2026. A marca nasce com ajuda da Volkswagen AG, que não quer criar nenhum vínculo entre as atuais marcas do grupo alemão, a fim de distanciar a Scout como uma marca de veículos norte-americanos. Tanto, que possui um Conselho de Administração experiente, incluindo o Dr. Gernot Doellner, Chefe de Estratégia da VAG, e Peter Bosch, Membro do Conselho de Manufatura da Bentley Motors. Para isso, confirmou que vai erguer uma fábrica no arredores de Columbia, na Carolina do Sul, nos Estados Unidos. A nova fábrica vai ser erguida a um custo de US$ 2 bilhões e terá capacidade de ter 4.000 funcionários diretos, com uma capacidade produtiva de 200.000 unidades

Volkswagen AG estima que 80% das vendas do grupo sejam de elétricos até meados de 2030

Imagem
VAG confirma que espera que as vendas de elétricos avancem 10% a mais que o planejado na Europa até meados de 2030, respondendo por 80% das vendas A Volkswagen AG (VAG) confirmou que espera que as vendas de elétricos devam crescer ainda mais na visão do seu plano estratégico. Com a apresentação de novos modelos, a marca alemã vem trabalhando em expandir a sua linha de elétricos em várias marcas do grupo. A VAG esperava que as vendas de elétricos respondessem por 70% em 2030, de acordo com o seu plano estratégico Accelerate. Agora, o grupo elevou sua expectativa de venda de modelos 100% elétricos. As estimativas subiram em 10% e agora o grupo espera que 80% das vendas da VAG sejam de elétricos na Europa até 2030, o que é uma meta bastante ambiciosa para um grupo que se fortalecendo em termos de elétricos. O aumento do percentual foi confirmada por meio de Thomas Ulbrich, Chefe da Divisão New Mobility do grupo. "Dentro do Grupo, a marca Volkswagen sempre esteve na vanguarda destas

Vazam imagens da Scout com a picape e o SUV em plano estratégico da Volkswagen AG

Imagem
Plano estratégico da VAG é apresentado e mostram novas imagens da dupla elétrica da Scout, com a picape e o SUV em imagens de resoluções péssimas Às vezes é muito difícil dizer como que um veículo vaza. Pode ser por uma imagem que acabou vazando, foi flagrado sem camuflagem ou outras oportunidades, mas nunca com um plano estratégico. E é basicamente isso que a Volkswagen AG (VAG) fez com a Scout, revelando a picape em primeiro plano e o SUV ao fundo em um plano estratégico durante o Capital Markets Day. Apesar de estar em uma péssima resolução, a imagem revela mais informações da dupla. Depois dos teaser revelados no ano passado, a VAG fez as imagens aparecerem em uma dos seus dez programas em que o grupo irá focar nos próximos anos. Falando sobre a América do norte, apareceu a dupla inédita da Scout, que trouxeram mais algumas informações sobre os veículos. A picape foi a que teve mais informações reveladas, mostrando que terá faróis conectados com a grade dianteira em um acabamento

Scout e Audi podem ter fábricas inéditas nos EUA, de acordo com relatórios alemães

Imagem
Scout e Audi podem produzir veículos juntos nos Estados Unidos, de acordo com relatórios; caso de torne realidade, Scout deixaria Foxconn e Magna para trás Desde que a Volkswagen AG (VAG) confirmou que a Scout retornaria com foco no mercado norte-americano, existe uma dúvida sobre onde que será a produção da picape e do utilitário esportivo. Com os investimentos que o governo estadunidense deu para as marcas produzirem elétricos no país, o IRA, a VAG parece estar considerando erguer uma fábrica por conta própria no país. Além disso, até mesmo a Audi pode erguer uma fábrica para seus elétricos no país. As informações foram reveladas após o Automobilwoche citar um relatório do Frankfurter Allgemeine Sonntagzeitung , da Alemanha, que fala exatamente sobre a situação de novas fábricas nos Estados Unidos. A Scout, por exemplo, de acordo com fontes ligadas à marca, disseram ao relatório que a decisão foi tomada para a construção de uma fábrica por conta do próprio grupo alemão. Se isso ch

Volkswagen Group poderá desenvolver um esportivo de até 680cv com novas tecnologias

Imagem
Volkswagen AG (VAG) pode desenvolver um esportivo com até 680cv com novos equipamentos para carros elétricos, apresentados no Tech Day 2023  A Volkswagen AG (VAG) apresentou recentemente novos sistemas criados para carros elétricos, durante o Tech Day 2023 ( veja aqui ). Durante o evento, a marca confirmou detalhes que as novidades apresentadas podem fazer com que o grupo possa lançar um esportivo elétrico com um motor de até 680cv, que não necessariamente nasça com a Volkswagen, mas que poderia ser um Skoda, Audi ou até mesmo um Porsche. No caso dessas duas últimas marcas, os esportivos seriam modelos mais acessíveis. No caso da Audi, a tecnologia apresentada poderia dar vida a um, no máximo, substituto do TT (se ele existisse, no caso). Há a chance da Volkswagen criar um esportivo, mas as chances disso acontecer são menores. “Nosso objetivo é alcançar a liderança tecnológica, também em mobilidade elétrica. No futuro, isso fará do Grupo Volkswagen um dos únicos fabricantes de automó

Volkswagen apresenta uma nova tecnologia para elétricos, que será aplicada em breve

Imagem
Durante o Tech Day 2023, Volkswagen Group Technology apresentou tecnologias para carros BEVs nas áreas de baterias, carregamento e componentes eletrônicos A Volkswagen Group (VAG) Technology apresentou novidades para seus futuros carros elétricos. As novidades estão presentes nas áreas de baterias, carregamento e componentes eletrônicos. O desenvolvimento das novidades está no acionamento elétrico, com a Volkswagen cuidando de todos os componentes centrais, baterias e motores elétricos, além de desenvolver internamente inversores de pulso e sistemas de gerenciamento térmico. As novidades ajudam a VAG a ter uma eficiência 20% maior, por meio da combinação ideal de componentes individuais. “O Volkswagen Group e suas marcas representam produtos e tecnologias de primeira classe. Graças ao tamanho e amplitude do Grupo, bem como à nossa experiência interna, podemos alavancar enormes economias de escala. Isso beneficia nossos clientes e torna nossos veículos ainda melhores” , destacou Olive

Volkswagen comemora marca de 40 milhões de carros construídos com a plataforma MQB

Imagem
VAG chega a marca de 40 milhões de unidades vendidas com a plataforma modular MQB; até 2030, plataforma deve chegar a 80 milhões de unidades A Volkswagen AG (VAG) chegou a marca de 40.000.000 de unidades com a plataforma modular MQB e todas as suas variações, desde a MQB, MQB-EVO, MQB-A0 e a MQB-A0-IN, chegaram a tal marca em 11 anos. Atualmente presente em cerca de 70 modelos e em sete marcas diferentes, a VAG estreou essa plataforma para substituir várias outras plataformas e concentrar todos seus produtos em uma base modular apenas, o que trouxe uma economia de escala. A plataforma matou as bases PQ25, PQ35 e PQ46 e MQB vem de ‘Modularer Querbaukasten’ (em português, vem de Matriz Transversal Modular). Quando se fala em modular, a MQB é usada desde o Polo até o Atlas, ou seja, vai de 4 a mais de 5 metros de comprimento. “A ideia do MQB foi genial. Ele criou todo o pensamento de plataforma no setor e realmente nos impulsionou em torno da lucratividade em todos os setores.” , diz o

VAG pode fazer suas marcas entrarem para um IPO no futuro breve, assim como fez a Porsche

Imagem
VAG pode colocar ações de empresas do grupo em um novo IPO como forma de financiar plano de eletrificação do grupo; PowerCo também entra na contagem A Volkswagen AG (VAG) confirmou que uma série de empresas do grupo podem acabar entrando com novas ações de IPO, assim como a Porsche acabou fazendo recentemente. Todas as demais marcas podem receber um IPO, juntamente da PowerCo, que é o braço de baterias do grupo. Essa medida seria fomentada por Oliver Blume, CEO da VAG, que pode acabar criar um programa de treinamento ordenado pelo executivo. De acordo com a Agência Reuters , o Executivo-Chefe da Divisão de Energia e Carregamento da VW, Elke Temme, destacou que o grupo vê os elétricos como uma forma de estabilizar as grandes oscilações de preços no mercado de eletricidade. A VAG confirmou que deve avaliar quanto que custaria as ações de cada uma das marcas. E os elétricos devem ajudar, em um futuro próximo, a diminuir a oscilação dos preços no mercado de eletricidade. Recentemente,

Europa: VAG acredita que preço da energia ainda é impeditivo de vendas dos seus BEVs

Imagem
Apesar do crescimento nas vendas de modelos elétricos, VAG crê que maior impeditivo seja o custo da energia elétrica; VAG quer se proteger de crises geopolíticas  A Volkswagen AG (VAG) segue acreditando que seus carros elétricos poderiam estar vendendo muito mais se não fosse o preço da energia elétrica, principalmente na Europa. Com toda a questão do racionamento que o continente vive desde as instabilidades causadas pela guerra entre Rússia e Ucrânia, que causado um certo receio em parte dos consumidores. Os custos relacionados com energia também entraram em pauta no ano passado, algo que não se via e muito menos se previa. Com o preço do consumo de energia aumentando em quase todos os países da Europa, certamente isso vai puxar um pouco o crescimento dos carros elétricos, até que se resolva que a Europa tem condições de produzir energia renovável, por exemplo, seja com energia solar ou eólica. De acordo com informações do site Hibridos y Electricos , o custo da energia em alguns p

Volkswagen quer ter baterias mais baratas que vão oferecer autonomia de 500km

Imagem
Durante evento, Volkswagen confirma que vai apostar em baterias mais acessíveis que vão trazer uma autonomia de 500km, para baratear os elétricos A Volkswagen confirmou durante evento que vai produzir elétricos com baterias mais baratas. A empresa alemã confirmou que as vendas de carros elétricos continuam em alta no mercado europeu, mas “saíram dos trilhos” , disse Thomas Schmall, CEO da Divisão de Componentes da Volkswagen AG (VAG). Na América do Norte, a VAG confirmou que está “acelerando um pouco mais rápido do que esperávamos nos últimos meses” , por conta da lei de incentivos para os elétricos. Durante evento de lançamento de rede de carregamento da Volkswagen com a Enel X Way, Schamall confirmou que estuda novos produtos químicos alternativos para baterias que podem até oferecer menos eficiência, mas também um custo bem mais baixo diante do aumento dos preços de níquel e cobalto. Essas novas baterias mais acessíveis podem surgir em meados de 2026, de acordo com o executivo.

Skoda pode deixar de produzir na China por alta concorrência e passar a ser importadora

Imagem
Skoda cogita deixar a produção no mercado chinês por conta da alta concorrência e pode seguir caminho da Jeep e se tornar uma marca importadora A Skoda confirmou que pode acabar deixando de produzir na China e se tornar uma marca 100% importadora. A china se tornou hoje, um dos mercados mais concorridos do mundo, seja com as novas marcas chinesas que vem aparecendo forte, seja com as próprias marcas ocidentais. A saída da Skoda na produção na China, ainda seria benéfico para a Volkswagen, que pode usar essa produção ‘de sobra’ para fazer mais carros da marca alemã. O motivo é que a Volkswagen é a vice-líder do mercado chinês, atrás apenas da BYD. De acordo com a Automobilwoche , o CEO da Skoda, Klaus Zellmer, disse: “Vamos analisar junto com nosso parceiro de joint venture chinês como queremos continuar lá” , comenta. O motivo é que as vendas da marca tcheca tiveram uma queda significativa, que caiu 13% só em 2021. Hoje a China responde por 30% das vendas globais da Skoda no mundo, o

Postagens mais visitadas deste blog

BYD lança oficialmente o Song Pro no Brasil, com motor de até 235cv e por R$ 189.800

Volvo lança promoção do EX30 no Brasil, além de condições para XC40, C40, XC60 e XC90

Iveco já trabalha na homologação do eDaily, que chega ainda neste semestre no Brasil

Baojun apresenta a chegada do Yunduo na China, o concorrente direto do BYD Dolphin

Volkswagen registra imagens de patente do ID.7 S na China, que será da joint-venture SAIC-VW

Mercedes-Benz atualiza itens de série do Classe E no Brasil e fica R$ 61 mil mais barato

Iveco lança o eDaily no Brasil, contra o Ford E-Transit, em três versões e parte de R$ 549.000

JAC Hunter é uma das apostas da marca chinesa para este segundo semestre no Brasil

BYD lança promoção '48 Horas Eletrizantes' e tem condições até o final deste mês

Zeekr revela as primeiras imagens teaser do 'C1XE', que estreia em breve na China